Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

meu sangue latino.

"nem sonhos perigosos, nem promessas traídas, nem esperanças estilhaçadas [...] onde estão? estão esperando por nós?"


|tocante, inspirador, sensível, mexeu com sensações muito primitivas, com origem, com afeto, com minha própria lucidez |
/
e de um jeito...

"Rompi tratados
Traí os ritos
Quebrei a lança  
Lancei no espaço  
Um grito, um desabafo.


E o que me importa
É não estar vencido
Minha vida, meus mortos
Meus caminhos tortos
Meu Sangue Latino
Minh'alma cativa..." Ney M. / "... ser capaz de olhar o que não se olha, mas que merece ser olhado, as pequenas, as minúsculas coisas da gente anônima (da gente que os intelectuais costumam desprezar). Esse micro-mundo onde eu acredito que se alimenta de verdade a grandeza do Universo..." Galeano.

SEM VOLTA

Dentre todas as consequências que "olhar para dentro" pode imprimir em uma vida acredito que a mais impactante é o fato de ser um caminho sem volta. É difícil de encarar que quando você conhece algo seu e se apropria daquilo a ponto de dizer: "isto faz parte de mim", não dá mais para esquecer, ignorar, jogar fora ou deixar no banco de algum trem sem rumo... Você é convocado a lidar com esta coisa nova, surpreendente, assustadora e linda da tua vida.  O princípio do recuperável é válido: há muitas palavras tortas perdoáveis, há muitas situações desagradáveis reversíveis sim. Afinal, a vida seria tragicamente entediante se todas as coisas fossem imutáveis e causais... Mas uma coisa eu digo: depois que você começa a se conhecer, gostando ou não daquilo que você encontra, não dá mais para voltar ao marco zero, ao estado inicial, ao desconhecimento total e livre de si. As vezes até dá vontade. A gente pode até pensar secretamente: "Ah, se eu não soubesse dessa minha f…