Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

PRELÚDIO DO ANOITECER/ AMANHECER

Para ler ouvindo:
ANOITECER:
Tudo volta ao lugar que lhe pertence:
O dia começou com café como os dias merecem.
O amigo encontra o abraço com cheiro de nostalgia daquele que o recebe como sempre.
A poça d'água continua intacta sem que ninguém a perceba, meses depois da última chuva.
O reclamão continua a reclamar, pisando no próprio pé, comendo frutas verdes.
O sorriso do senhor volta inteiro (e ainda mais alegre) depois que terem desvanecido os últimos soluços.
O amor ressoa carinhoso, porque nele se acha sentido para todas as outras coisas.
O imprevisível continua sempre imprevisível, pegando no pulo quem gosta de saber de tudo.
Os corredores dos lugares queridos, continuam com o cheiro que apetece.
A rotina é sempre diversa, posta como nunca aparente. Assim gosta de existir.

E a alma? Continua se esvaindo entre eternas ternuras,
Encantada com a volta pra casa,
Olhando para a lua pendurada no céu,
Quando ainda é de tarde,
Num prelúdio de anoitecer,
...nos sonhos repousantes.


(.…